terça-feira, junho 28, 2022
HomeNotíciasConheça os diferentes estilos do samba: ritmo com quase 106 anos de...

Conheça os diferentes estilos do samba: ritmo com quase 106 anos de história

Em 1916, o estilo que ficou popularmente conhecido como Samba teve início com a gravação da canção “Pelo Telefone” de Mauro de Almeia e Donga. O empresário Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui esclarece que o termo samba origina da palavra Semba que significa umbigada, utilizada para definir a dança realizada nas festas repletas de músicas feitas pelos escravos no país.

Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui comenta que, durante o século XIX, fase imperial do Brasil, diversos negros migraram para o Rio de Janeiro, vindos de outras regiões do país, levando com eles as influências das religiões iorubás, criando – a partir disso – as celebrações em roda que misturavam o som do batuque de tambores africanos com a polca e o maxixe. 

Assim, o samba tomou forma e se tornou um dos grandes ritmos populares brasileiros. Também, por conta disso, ele ganhou diferentes estilos e formas com o passar dos anos. O empresário Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui reuniu uma lista esclarecendo os tipos de samba que compõem o estilo que completará 106 anos no dia 02 de Dezembro deste ano.

Samba de roda

O samba de roda tem origem na Bahia, trazendo referências da capoeira e dos cultos africanos, o estilo é marcado pela música cantada, acompanhada de palmas e de instrumentos como a viola, além de muita dança. Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui informa que essa modalidade é uma das mais tradicionais e é considerada Patrimônio Imaterial da Cultura Brasileira pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). 

Samba enredo

Com surgimento em 1950 no Rio de Janeiro, o samba enredo é completamente voltado ao Carnaval. Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui comenta que, como tradição, as escolas de samba ao redor do país apresentam seus temas cantados de acordo com o festejo que irão apresentar, podendo conter teor social, cultural ou histórico em suas letras.

Samba carnavalesco

Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui comenta que esse estilo é cantado fora dos desfiles de escola de samba. As músicas que representam essa categoria são as Marchinhas de Carnaval como “Ô abre alas” cantadas nos foliões de cidades que possuem tradição de blocos de rua como São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro e Ouro Preto.

Samba-canção

Essa vertente do samba é conhecida pelos grandes nomes de Noel Rosa, Cartola e Ataulfo Alves. Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui explica que seu surgimento foi no final da década 1920 no Rio de Janeiro e é composto por um ritmo mais lento, com letras românticas voltadas para a solidão, amor e relacionamentos.

 Partido Alto

De acordo com Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui, esse estilo é o que mais se assemelha ao ritmo de origem africana. Com nomes como Clementina de Jesus, a modalidade concilia formas antigas e modernas, com muita dança e letras improvisadas. Essa é também a inspiração para o pagode raiz. 

Samba Exaltação

Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui comenta que o estilo está comumente ligado ao patriotismo. As canções são, geralmente, acompanhadas de orquestras com letras ufanistas que exaltam as belezas do país. A música “Aquarela do Brasil” de Ary Barroso é um exemplo da modalidade. 

Samba de breque

Um dos grandes nomes do estilo é Moreira da Silva. De acordo com o empresário Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui, os breques são as pausas para fala, comumente improvisadas,  em que os cantores incluem discursos engraçados que remetem à malandragem do samba ou críticas de diversos vieses.  

Sambalanço

Por fim, Sergio Wilfrido Vasquez Apestegui explica que o Sambalanço é um estilo que mescla samba, bossa-nova e jazz, incluindo um certo swing à modalidade. Com surgimento em 1960, nas casas noturnas de São Paulo e Rio de Janeiro, um dos representantes da modalidade é o cantor Jorge Ben Jor.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Popular posts