terça-feira, junho 28, 2022
HomeNotíciasOs principais desafios da advocacia pós-pandemia

Os principais desafios da advocacia pós-pandemia

Com a pandemia, a necessidade de frear o contágio acelerado resultou numa transformação em diversos setores da sociedade. O advogado criminalista José Pedro Said Júnior – atuando a cerca de 30 anos no mercado – esclarece que esse cenário impactou diretamente nos setores profissionais, interferindo também no Judiciário, que não parou de executar suas tarefas, mesmo com a chegada do coronavírus. 

Ou seja, mesmo com a reformulação dos espaços e do modo de trabalho, a Justiça continuou atuando significativamente, isso porque, a transformação digital já estava em curso no setor. O advogado criminalista José Pedro Said Júnior esclarece que, com os avanços de consolidação do processo digital, Inteligência Artificial e Ciência de Dados, foi possível adotar um trabalho totalmente remoto.

Isso cria um processo de ressignificação, pois a Justiça vai perdendo essa visão de lugar, se tornando um serviço. Entretanto, para o advogado criminalista José Pedro Said Júnior, não apenas o Poder Judiciário teve que reformular seus processos, mas também os advogados enfrentam paradigmas e adaptações durante e após a pandemia. 

Um dos principais desafios, segundo o advogado criminalista José Pedro Said Júnior, é a adaptação à nova realidade de trabalho. Devido ao distanciamento social e aos protocolos de quarentena, os escritórios de advocacia tiveram que se adaptar para o novo método de trabalho: o Home Office. Mas, além disso, os escritórios também tiveram que administrar melhor suas finanças para conseguirem fechar todas as contas e, ao mesmo tempo, garantir uma boa atuação para manter seus clientes satisfeitos.

Com esse novo cenário, o advogado criminalista José Pedro Said Júnior comenta que  foi – e ainda é – fundamental redobrar esforços de planejamento e controle, para evitar imprevistos futuros que prejudiquem tanto a operação do escritório quanto o relacionamento e retenção de clientes.

Outro ponto que se observou durante o decorrer da pandemia foi a explosão de conflitos e processos envolvendo as áreas mais prejudicadas da sociedade: Civil, Trabalhista, Tributária e Empresarial. Assim, diversos processos (cancelamento de pedidos, desocupação, inadimplência, demissões, revisão de valores, disputas, etc) ocorreram. Nesse aspecto, o advogado criminalista José Pedro Said Júnior esclarece que o advogado tem o papel essencial de defender os direitos e atuar proativamente, buscando o melhor caminho para satisfazer as partes e solucionar as questões conflituosas. 
Por outro lado, o setor Judiciário também se transformou, há agora uma evolução tecnológica na área, pois – com a consolidação de processos – há uma necessidade de agregar tecnologias exponenciais para conquistar um trabalho mais produtivo com menos esforços/recursos. O advogado criminalista José Pedro Said Júnior finaliza comentando que, com a pandemia, audiências e sessões virtuais, plataformas de julgamento e trabalho remoto modificaram as maneiras de atuação desses profissionais. O que, contudo, não pode ser visto como um limitador, pelo contrário, os advogados devem procurar se adaptar aos novos processos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Popular posts